segunda-feira, 17 de março de 2008

Candidato a Presidente dos EUA Censura seu Ex-Pastor.

WASHINGTON, 14 Mar 2008 (AFP) - O candidato democrata à Casa Branca Barack Obama denunciou categoricamente nesta sexta-feira as declarações incendiárias de seu ex-pastor, segundo as quais os Estados Unidos são responsáveis pelos ataques de 11 de setembro de 2001.

"Discordo totalmente e denuncio categoricamente as declarações" do pastor Jeremiah Wright, afirmou Obama no site político Huffington Post.

Membro da igreja protestante Trinity Church of Christ, à qual pertence Obama, o pastor Wright considerou recentemente que o "terrorismo" americano era responsável pelos ataques de 11 de setembro de 2001. Ele também afirmou que os negros americanos deveriam dizer "Que Deus amaldiçoe a América" em vez de "Que Deus abençoe a América" por causa do tratamento infligido, segundo ele, aos negros nos Estados Unidos.

Os sermões do pastor Wright, que celebrou o casamento de Barack e Michelle Obama e batizou seus filhos, circulavam nos últimos dias na internet e nos canais de televisão.

O pastor, que se retirou da igreja freqüentada por Obama em Chicago (Illinois), havia criado uma polêmica recentemente ao expressar seu apoio ao líder do movimento muçulmano negro americano "Nation of Islam" Louis Farrakhan, conhecido por suas declarações anti-semitas e homofóbicas.
----
Fonte: Uol Notícias.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial